GeralMúsica

Memorial Vale recebe Coral em show intimista e potente

Travesti, cantora e poeta nordestina, Coral leva seu show autoral ao Memorial Vale em formato voz e violão. Apresentação será no sábado, 15 de junho, dentro da programação que celebra o mês do orgulho LGBTQIAPN+

Poeta, cantora e compositora de Jequié, na Bahia, Coral se apresentará pela primeira vez no Memorial Vale levando ao público seu repertório autoral – com canções novas e algumas releituras – em formato voz e violão. Artista trans radicada em Belo Horizonte, Coral surgiu na cena independente com suas lives durante a pandemia e com apresentações intimistas em diversos festivais. Sua voz inconfundível dá vida a uma poesia engajada e potente a partir de seu lugar como artista, nordestina e travesti, imprimindo sua identidade afetuosa na canção brasileira contemporânea. O show acontece no dia 15 de junho, sábado, às 16 horas, dentro do projeto Contemporâneo do Memorial Vale e da programação que comemora o orgulho LGBTQIAPN+. Os ingressos devem ser retirados 1 hora antes do evento (apenas um ingresso por pessoa, sujeito a lotação do espaço).

O Memorial Vale, um dos espaços culturais do Instituto Cultural Vale, fica na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, e tem entrada gratuita. Saiba mais em https://memorialvale.com.br/pt/ .

No show, Coral recria diversos ritmos trazendo uma poesia nascida da sua vivência como artista e pessoa trans não binária. Com uma presença de palco marcante e uma voz aveludada, Coral associa suas principais referências à velha MPB e a outras ritmos musicais regionais. No repertório estarão canções autorais como Eu sou Baiana, Anunciação, O Fim do Mundo, Fugitivo, dentre outras. Músicas em parceria com Max Castro, como Boca, Cigana, Serra e Canto, e o sucesso de Raul Seixas, Gita, também estarão no set list.

A artista traz na bagagem os EP’s Carne (2021) e Os Loucos Anos XX (2022). Em 2023, realizou uma série de lançamentos de canções autorais com nomes consagrados da música brasileira: Ressonância, em parceria com Chico César, e Serra, com participação de Fernanda Takai. Seu último lançamento é o single Boca, em parceria com o trio Radio Exodus.

Serviço: Memorial Minas Gerais Vale

Endereço: Praça da Liberdade, nº 640, esquina com Rua Gonçalves Dias, Savassi.

Horário de funcionamento: Quarta, sexta e sábado: das 10h às 17h30, com permanência até as 18h. Quinta, das 10h às 21h30, com permanência até as 22h. Domingo, das 10h às 15h30, com permanência até as 16h. Entrada Gratuita

Memorial Minas Gerais Vale

O Memorial Minas Gerais Vale, um dos espaços culturais do Instituto Cultural Vale, já recebeu mais de 1,4 milhão de pessoas, de todos os lugares do Brasil e de outros continentes. São mais de 1.600 eventos realizados e cerca de 200 mil pessoas em visitas mediadas. Integra o Circuito Liberdade, em Belo Horizonte, um dos maiores complexos de cultura do Brasil. Caracterizado como um museu de experiência, com exposições que utilizam arte e tecnologia de forma intensa e criativa, é um dos vencedores do Travellers’ Choice Awards do TripAdvisor. Na curadoria e museografia de Gringo Cardia, cenários reais e virtuais se misturam para criar experiências e sensações que levam os visitantes do século XVIII ao século XXI. Mais que um espaço dedicado às tradições, origens e construções da cultura mineira, o Memorial é um lugar de trânsito e cruzamento entre a potência da história e as pulsações contemporâneas da arte e da cultura, onde o presente e o passado estão em contato direto, em permanente renovação. É vivo, dinâmico, transformador e criador de confluências com artistas independentes e com diversos segmentos da cultura mineira.

Deixe um comentário